Entenda o Modelo de Avaliação de Kirkpatrick

avaliação

Donald L. Kirkpatrick foi um professor emérito da Universidade de Wisconsin (EUA) que também ocupou a presidência da ASTD (American Society for Training and Development) em 1975.

O seu livro intitulado “Evaluating Training Programs” (Avaliando Programas de Treinamento) de 1994 acabou por definir e consolidar as ideias que ele havia publicado originalmente em 1959. Tais ideias se transformaram no modelo mais popular e amplamente utilizado para avaliar ações de treinamento e aprendizado em todo o mundo. Atualmente, este modelo é considerado por muitos como um padrão da indústria de RH e treinamento.

Os 4 Níveis de Avaliação de Kirkpatrick

O modelo de Kirkpatrick se baseia em 4 níveis que essencialmente medem:

  • A reação de quem aprende: o que eles pensam e como se sentem quanto ao treinamento.
  • O aprendizado: o resultado em termos de novos conhecimentos e/ou capacidades.
  • O comportamento: mudança de comportamento e evolução de capacidades.
  • Os resultados: os efeitos alcançados em termos de negócios ou meio-ambiente devido aos conhecimentos e capacidades adquiridos pelo participante.

Todas estas medidas são recomendadas para uma avaliação completa e representativa do aprendizado em uma organização, apesar de que sua implementação torna-se consideravelmente mais complexa e onerosa na medida em que se avança do nível 1 ao 4.

As tabelas abaixo ilustram a estrutura do modelo Kirkpatrick através de uma visão detalhada por meio de uma interpretação mais atual, baseada em níveis de aplicação, implicações e exemplos de métodos e ferramentas.

1. Reação

kirkpatrick_01

 

2. Aprendizado

kirkpatrick_02

 

3. Comportamento

kirkpatrick_03

 

4. Resultados

kirkpatrick_04

 

Desde que Kirkpatrick estabeleceu o seu modelo original, outros estudiosos, além dele, frequentemente se referiram a um possível quinto nível denominado de ROI (Retorno sobre o Investimento). Para alguns especialistas o ROI pode ser incluído como uma parte do 4º nível de Kirkpatrick, uma vez que ele também trata de resultados.

A avaliação do aprendizado é uma área de pesquisa bastante vasta e importante dada a relevância da educação e nível de competitividade entre organizações (acadêmicas ou corporativas) nos dias atuais.

Apesar do modelo de Kirkpatrick não ser o único, para boa parte da indústria de treinamento ele é suficiente, mesmo que ainda não seja aplicado na maioria das organizações pela falta de conhecimento e/ou recursos.

Fonte: kirkpatrick’s learning and training evaluation theory – Business Balls

Equipe Clarity Solutions

Conheça as soluções para Educação Corporativa da Clarity Solutions

 

Anúncios

1 comentário

  1. Oi equipe Clarity Solutions,

    bem legal a abordagem sobre avaliação de treinamentos do Kirkpatrick. Confesso que não conhecia e achei interessante a forma como ele percebe o treinamento e desenvolvimento como um todo. Aqui na LUZ a gente tem uma visão um pouco similar, mas com os seguintes pilares:

    1 – Qualidade
    2 – Custos
    3 – Satisfação
    4 – Resultados

    Além de ter a parte voltada para os participantes (satisfação com o treinamento, qualidade avaliada dele e resultados), sempre achamos importante ficar com um olho nos custos também, para saber o custo por participante e no final das contas, comparar isso com os resultados. Se quiserem ver mais, esse é o link – http://blog.luz.vc/como-fazer/avaliacao-de-treinamento/

    Como vocês acham que esse tipo de avaliação pode ser relacionado a um mapeamento de competências em uma organização?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s