7 Passos para se Tornar um Designer Instrucional de Sucesso

di

 

A profissão de Designer Instrucional mudou bastante nos últimos anos, sobretudo se pensarmos nas inúmeras novas frentes de atuação que surgiram tanto no meio acadêmico como no corporativo.

Essa diversificação certamente trouxe novos desafios e oportunidades. Nesse artigo vamos apresentar 7 passos bastante simples mas que podem orientar um Design Instrucional no desenvolvimento da sua carreira:

Passo 1: Defina a sua especialidade ou o seu objetivo primário
Esse talvez seja o passo mais importante e para muitos é o mais difícil também. É preciso determinar as suas especialidades como um DI. Existem alguns temas ou disciplinas que no seu entendimento apresentem maior potencial de crescimento nos próximos anos e portanto, ofereçam mais oportunidades? Você já tem conhecimentos ou é especialista em algum tema? Tem maior interesse em se especializar no setor educacional ou corporativo? Essas respostas podem lhe ajudar a enxergar melhor qual caminho seguir e lhe orientar em outras decisões a serem tomadas no percurso.

Passo 2: Adquira Experiência no Setor ou Nicho que Escolheu
Se você ainda é inexperiente no setor que escolheu então terá que buscar rapidamente um aprendizado suficiente sobre conceitos, princípios, teorias, práticas, etc. Isso pode acontecer através de uma iniciativa própria de seu interesse (investimento particular) ou através de um projeto real dentro da organização em que você atuar. Uma boa dica pode ser se aproximar de outras pessoas que também se especializaram nos temas de sua escolha, para manter um relacionamento de constante troca de informações, experiências e até mesmo contar com a opinião delas sobre projetos que você já esteja desenvolvendo.

Passo 3: Estude as Teorias e os Modelos do Design Instrucional
A prática certamente lhe ajudará a crescer profissionalmente mas com a teoria ao seu lado esse ritmo de evolução será maior. Procure estudar sobre as teorias e os modelos sobre o Design Instrucional e manter-se atualizado(a). Tais teorias podem servir como uma importante base para os projetos que você desenvolver. Esse conhecimento lhe ajudará a tomar decisões importantes que podem determinar o sucesso ou o fracasso de um projeto. Existem muitos livros, seminários, grupos de discussão aonde se pode encontrar conhecimentos teóricos úteis para esse processo de amadurecimento profissional.

Passo 4: Considere Seriamente a Formação em Design Instrucional

Já existem diversos cursos e programas de formação em Design Instrucional. Quando falamos em seguir uma carreira estamos considerando é claro tratar essa decisão com a seriedade que ela exige. Portanto, buscar uma formação em Design Instrucional em uma instituição de alto nível também pode significar um salto importante na sua carreira. Lembre-se que estudar nunca é demais, ainda mais para um DI. Ao escolher um desses programas tenha em mente o seu atual momento profissional. Se você acredita que ainda precisa de uma maior base conceitual procure um programa mais teórico e conceitual. Se acredita que é o momento de obter um maior aprendizado prático, então procure um programa que ofereça esse tipo de abordagem.

Passo 5: Desenvolva os seus Conhecimentos em Ferramentas de Autoria, Princípios de Design e Novas Mídias

Procure conhecer as principais ferramentas de autoria na prática: use-as de verdade. Faça o mesmo com as plataformas LMS ou AVA que tiver acesso. Aprofunde o seu conhecimento no uso de mídias distintas com enfoque em aprendizado. A tendência para os próximos anos éque o aprendizado se apresente cada vez mais como um conjunto de experiências em formatos e meios distintos. Essa maior combinação entre métodos e ferramentas será inevitável, portanto amplie os seus conhecimentos e a sua polivalência profissional.

Passo 6: Desenvolva o seu Portfólio de Projetos
Documente e organize os seus trabalhos anteriores. Torne-os a sua vitrine profissional. Lembre-se que a vitrine causa sempre a primeira impressão! Isso permitirá que um novo cliente ou um empregador consiga visualizar o nível dos projetos que você implementou, o que pode pesar a seu favor. Se possível, inclua comentários adicionais que complementem cada projeto listado no portfólio, descrevendo qual era o desafio, qual a estratégia adotada, quais resultados foram obtidos, etc. A “história”de cada projeto se confundirá com a sua, portanto dê a atenção que ela merece. Trate isso como uma prioridade sua mesmo que não esteja pensando em mudar de emprego neste momento. Somente esse exercício de manter o seu portfólio atualizado lhe ajudará a monitorar e melhorar a sua trajetória profissional.

Passo 7: Esteja sempre atento(a) às mais atuais Tecnologias para Aprendizado

O mercado de e-Learning continua evoluindo rapidamente. Tecnologias que ainda estão sendo testadas hoje serão uma necessidade nos próximos anos. Isso sem falar de outras tecnologias que surgirão e serão rapidamente aceitas. É essencial se manter a par do que há de mais novo, sobretudo porque novas tecnologias e formatos representam novas oportunidades. O DI precisa levar em conta todas as opções disponíveis em termos de tecnologia para ampliar as possibilidades de levar um aprendizado mais eficaz ao seu público e também para aprimorar o seu próprio desempenho com soluções que permitam maior produtividade e eficiência.

 

Referências: “7 Steps to Lead You To A Successful Instructional Designer Career” – Christopher Pappas – eLearning Industry Portal.

Equipe Clarity Solutions

Conheça as soluções para Educação Corporativa da Clarity Solutions.

Acesse: www.claritysolutions.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s