Tendência #2: O Aprendizado Informal vai Suplantar o Formal

02_banner_blog

Esse é o 2º artigo de uma série com um total de 10 que começamos na semana passada. Se no primeiro artigo nós tratamos sobre o crescimento do Rapid Learning (clique aqui para acessá-lo) hoje vamos abordar a consolidação do aprendizado informal.

O aprendizado informal sempre existiu, porém com a consolidação da Internet como um infinito repositório de informações e com o surgimento e difusão das ferramentas colaborativas digitais (redes sociais, ferramentas de comunicação, dispositivos mobile, etc.) o tema ganhou aliados importantes para ganhar força dentro do cenário educacional.

Atualmente ainda se vê um grande foco das organizações no aprendizado formal, ou seja, o modelo tradicional de capacitação em sala de aula com a facilitação de um especialista ou instrutor. Entretanto, uma pesquisa de 2012 da ASTD (American Society for Training & Development) apontou que um profissional recebe em média 30 horas de treinamento formal por ano. Isso representa menos de 2% da carga de trabalho individual dependendo do país ou tipo de trabalho realizado.

Essa mesma pesquisa apontou que os departamentos de recursos humanos de muitas empresas ainda demonstram uma grande dificuldade para acompanhar, conduzir ou medir o aprendizado informal dos colaboradores, o que acaba gerando um distanciamento do assunto.

Na prática já se sabe que as pessoas investem muito mais tempo na Internet ou em redes sociais com foco em auto aprendizado informal, mesmo que às vezes isso ocorra de modo inconsciente.

Muitas empresas já perceberam a importância do aprendizado informal e o fato de que os seus colaboradores lidam com mais e mais informações a cada dia, inúmeras ferramentas e técnicas novas. Essas empresas também sabem que as pessoas jamais conseguirão se lembrar de tudo, mas precisam ter meios para encontrar facilmente o que precisam quando precisam.

Por isso surgiram as redes sociais corporativas, os repositórios de conhecimento e outras ferramentas que objetivam promover a troca de informações entre as pessoas e facilitar o acesso organizado ao conhecimento.

Uma importante tendência para os próximos anos é que o treinamento em sala de aula (aprendizado formal) tenha menos tempo gasto com ensinamentos do instrutor e mais orientações gerais sobre como obter informações e conhecimentos através das ferramentas disponíveis. Isso fará com que as pessoas tenham um maior poder sobre o seu próprio aprendizado, pois dependerão menos do instrutor e mais do seu tempo, disciplina e da disposição em obter e compartilhar conhecimento.

Outra constatação recente e que veremos também nos próximos anos é a urgência das organizações por respostas rápidas que possam ser dadas através das iniciativas de treinamento. Basicamente estamos falando de treinamentos rápidos focados em necessidades específicas sem um elevado investimento de tempo das pessoas. Isso significa na prática menos cursos presenciais e mais conteúdo on-line disponível a qualquer momento.

Mais uma importante mudança para os próximos anos, que acompanhará a consolidação do aprendizado informal, é a transição de instrutores para gestores de comunidades. Se a tendência é reduzir a frequência dos treinamentos em sala de aula e aumentar a participação das pessoas em redes sociais e comunidades é natural prever que uma nova importante função ganhe força dentro das empresas: o gestor de comunidades.

Essa função exigirá maior versatilidade do profissional uma vez que esse papel pode envolver uma grande variedade de atividades: publicação de artigos e conteúdos, ações para engajamento, moderação de listas de discussão e sessões de chat, manutenção de wikis, divulgação de novas vagas, extração e análise de relatórios, etc.

E você, acredita nesta tendência? Compartilhe suas ideias e opiniões a respeito através de comentários para este artigo.

Na próxima semana nós traremos o terceiro artigo sobre as 10 macro tendências para o mercado de treinamento até 2020. O tema será “O Mobile Learning vai crescer, mas não tão rapidamente quanto se pensa”. Boa leitura!

Equipe Clarity Solutions

Conheça as soluções para e-Learning da Clarity Solutions. Acesse: www.claritysolutions.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s