A “Fun Theory” e o Treinamento

Um dia desses um cliente nos procurou com uma demanda bastante comum em termos de treinamento. O desafio dele era desenvolver uma ação de treinamento capaz de mudar o comportamento de um grupo grande de pessoas. Segundo ele as pessoas sabiam o que fazer e como fazer, mas simplesmente não tinham a atitude para realizar a tarefa conforme deveriam.

Isso nos fez lembrar da “Fun Theory” e por isso decidimos escrever este artigo para promover uma correlação direta entre esta teoria e as ações de treinamento que visam mudar o comportamento das pessoas.

A “Fun Theory” ou em Português “Teoria da Diversão ou da Alegria” foi criada pela Volkswagen há alguns anos (fora do Brasil) para demonstrar na prática como é possível fazer com que as pessoas mudem o seu próprio comportamento de forma mais efetiva através de métodos que sejam mais divertidos para elas.

Se uma pessoa realmente pode melhorar o seu comportamento em alguma atividade através de um método que seja divertido fica evidente que esta regra é perfeitamente aplicável quando pensamos em treinamento ou uma atividade educacional. O que você acha? Uma pessoa aprenderá mais se o treinamento for divertido para ela ou não?

Talvez por isso cada vez mais se comente por aí sobre “gamification” e o uso de jogos para ensinar e engajar pessoas de forma lúdica.

Confira os exemplos abaixo produzidos pela iniciativa “Fun Theory” e tire as suas conclusões (textos nos vídeos em inglês).

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s