Criando Momentos de Aprendizado através do Mobile Learning (m-Learning)

imagem_mobile

Atualmente as pessoas demonstram uma expectativa crescente quanto ao acesso rápido às informações através dos seus dispositivos móveis (tablets, smartphones, etc.) e isso tem aumentado inclusive a cobrança dentro das organizações para acompanhar esta tendência.

Isso significa uma ótima oportunidade, pois as organizações podem trabalhar para disponibilizar conteúdos relevantes e convenientes que permitam que os seus colaboradores vivenciem “momentos frequentes de aprendizado” dentro das suas atividades diárias quando ou onde eles precisarem.

Esse acesso ao conhecimento pode potencializar a produtividade das pessoas reduzindo as curvas de aprendizado e de desempenho que as pessoas normalmente enfrentam. Entretanto, somente tornar esse conhecimento disponível para acesso através de dispositivos móveis não é suficiente. É necessário gerar e compartilhar conhecimento que seja acessível, engajador e “digerível” pelo público atendido.

Quando se trata de aprendizado, menos normalmente significará mais

Quando lidamos com telas pequenas e curtos intervalos de atenção das pessoas, precisamos adotar alguns conceitos essenciais para garantir que o conhecimento seja organizado e formatado para ser acessível através de qualquer dispositivo. Nesse ponto que entra a teoria denominada como “microlearning”, a qual visa transformar temas e conteúdos complexos em formatos mais simples, granulares e de fácil absorção.

Módulos mais curtos e objetivos são mais fáceis de gerenciar, atualizar e de integrar ao longo do tempo. Conteúdos normalmente usados em salas de aula ou em cursos e-Learning tradicionais podem atingir os objetivos gerais de capacitação, mas raramente garantem os níveis desejáveis de retenção do conhecimento.

Ao invés de ter acesso a uma enxurrada de informações, as pessoas na realidade esperam ter uma maneira simples para buscar e encontrar conteúdos objetivos que sejam de fácil e rápida absorção.

Portanto, é necessário trabalhar com foco nos tópicos-chave de aprendizado de cada assunto, ou seja, aquilo que é realmente essencial que as pessoas aprendam sobre um tema. Ao focar o que é fundamental ao invés de sobrecarregar as pessoas com informações menos relevantes, torna-se mais efetivo o processo de absorção, compartilhamento e aplicação do conhecimento no mundo real.

Desenhando o Aprendizado que é Engajador e Relevante

Na medida em que as tecnologias avançam, muitos dispositivos móveis passam a suportar conteúdos mais ricos e sofisticados, vídeos, quizzes, etc. Isso amplia o horizonte de aplicações e opções para aumentar o engajamento e alinhar estratégias para diferentes estilos de aprendizagem tais como visual, auditivo, tátil, etc.

Ao incorporar e integrar esses vários elementos interativos, é importante saber que tudo importa e causa impacto: desde a escolha das fontes, cores de fundo das telas, tamanhos dos ícones / botões de navegação, estrutura da informação, etc. Lembre-se: as pessoas desejam acessar o conteúdo de qualquer lugar, a qualquer tempo e de qualquer dispositivo (iPhone, tablet Android, PC, etc.). Além disso, existem os obstáculos naturais tais como elementos de distração (locais barulhentos), velocidade momentânea do acesso Internet, tamanho da tela do dispositivo, e restrições para a navegação através do toque.

É recomendado que o design para este tipo de conteúdo seja feito para maximizar a usabilidade através do atendimento básico ao “menor denominador comum” em termos de requerimentos, o que significa na prática um dispositivo com uma tela pequena, baixa velocidade de acesso e limitações de interatividade.

Rastrear a Experiência do Usuário para Melhorar o Programa

Somente conhecer as estatísticas de acesso ou download aos conteúdos não é suficiente para gerenciar e melhorar um programa de aprendizado deste tipo. Algumas iniciativas podem agregar muito ao programa tanto em termos de gestão como para aumentar a retenção do conhecimento.

É importante rastrear os acessos individuais (por pessoa), aplicar pesquisas e/ou avaliações que permitam medir o nível de absorção de conhecimento pelas pessoas e criar mecanismos que possibilitem que o público atendido avalie a importância e /ou relevância de cada conhecimento compartilhado (percepção de quem usa o conteúdo).

Essas estatísticas inclusive podem ser “cruzadas” com outras informações relativas ao desempenho de equipes ou indivíduos, para que gestores possam identificar a correlação entre as iniciativas de aprendizado e o sucesso profissional de cada colaborador.

Neste modelo a experiência de aprendizado passará a ocorrer através de momentos específicos como intervalos rápidos entre reuniões, na espera em salas de recepção, no ônibus indo para o trabalho ou em casa.  Entretanto, o maior desafio é o de migrar adequadamente o conhecimento para que essa experiência seja agradável e com valor percebido pelas pessoas: fácil busca e localização do conteúdo, acesso descomplicado (de qualquer dispositivo) e aprendizagem efetiva.

Para os gestores é fundamental rastrear a relevância e a efetividade do conteúdo produzido e compartilhado. Com as estatísticas de acesso é possível saber quais são os temas mais relevantes (mais demandados) para cada público e quais têm menos ou nenhuma importância. Isso permitirá direcionar corretamente os esforços de desenvolvimento e atualizações.

Ao obter o feedback das pessoas sobre a qualidade ou importância dos conteúdos acessados torna-se possível trabalhar para melhorar o nível de entendimento sobre conteúdos já compartilhados, o que significa melhorar a qualidade da informação disponibilizada.

Ao adotar uma estratégia que combine todos esses elementos, o programa de aprendizado através de dispositivos móveis pode não só trazer vida e maior utilidade para conteúdos já existentes e pouco utilizados como também possibilitar que os colaboradores passem a ser mais produtivos e efetivos em suas atividades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s